• A chegada do bebê na relação


    A vinda de um bebê representa a entrada de uma nova pessoa na relação. O espaço do casal não é mais somente para dois, mas de três, pois ocorre a entrada de um novo ser.

    Com essa nova configuração, inevitavelmente mudanças acontecem, e com as mudanças podem ocorrer conflitos na relação. É muito importante perceber a situação e encontrar maneiras de cuidar tanto do bebê como também do casal.

    Ter um filho muda a vida e também a relação entre o casal.  A relação deixa de ser somente um casal para constituir uma família, uma nova condição por conta de uma nova realidade.

    São muitas as mudanças que ocorrem tanto para o pai quanto para a mãe. Para a mulher esse momento pode ser muito estressante, por conta das alterações hormonais, amamentação e mudanças no corpo.

    A necessidade de cuidados com o bebê pode gerar uma diminuição nos momentos íntimos entre o casal, pois o bebê exige cuidado e o casal acaba tendo menos momentos somente para o casal.

    Com a chegada do bebê, a relação se torna um misto entre o casal e o bebê. E mesmo que o bebê cresça e se torne independente, o casal não será mais somente um casal, mas pai e mãe.

    Se o relacionamento era difícil antes da chegada do bebê, com a chegada pode ficar ainda mais complicado. Algumas pessoas não se sentem preparadas para ter um filho e se dispor a novas condições, e acabam delegando os cuidados a terceiros, como parentes e amigos.

    A chegada do bebê traz novas alegrias e também novos conflitos, que necessitam de novas maneiras para lidar. O cansaço dos pais durante os cuidados do bebê pode acarretar em estresse, inclusive o contato do casal pode ficar menos carinhoso.

    Neste momento é importante que haja uma atenção com o casal também, de modo a cada um cuidar e apoiar o outro. O casal pode estar bem afinado antes de chegada do bebê, mas quando o bebê chega novas condições e situações acontecem, exigindo um novo equilíbrio entre o casal.

    Expectativas de "papel de pai" por parte da mãe, e do "papel de mãe" por parte do pai podem ocorrer, com relação ao que cada um espera que o outro faça no cuidado e na educação do bebê. O diálogo aberto sobre as expectativas pode evitar que se transformem em cobranças.

    Conforme o bebê vai crescendo e se desenvolvendo, o casal passa a se entender com a nova configuração, e o bebê também com o modo de ser do casal. Nossa vida está sempre mudando, trazendo novas situações que nos solicitam novas habilidades para lidar com elas.
  • Textos Relacionados

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário